sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Grupo Roque Malasartes se apresenta no Rio de Janeiro

Música folclórica e rock combinam? Se para alguém, essa mistura pode parecer incompatível, do tipo água e óleo, está imensamente enganado.  O grupo  Roque Malasartes vem mostrar que tal combinação funciona, sim, e muito bem. Com o show  “A Memória das Naus”, o grupo se apresenta nesta sexta-feira, 18, no Teatro Niño de Artes Luiz Mendonça, na Lapa.

O Roque Malasartes é formado por Isa Matos, Paulo Sérgio, Marcus Antonio Moura, Raul Branco e Wladimir Duarte, e conta com a participação no palco de Di Lutgardes na percussão. Nesta mistura,  a primeira vista inusitada, o grupo consegue colorir a música folclórica e regional de todo o Brasil com pinceladas generosas de rock, sem permitir que nenhum dos estilos perca as suas características.

Em seu  repertório sempre figuraram grandes nomes da música regional ou com essa inspiração, ao lado de canções folclóricas, do Pará ao Rio Grande do Sul, mantendo toda a força e singeleza dos ritmos e da melodia brasileira. As canções recebem um tratamento todo especial, como "Acorda Maria Bonita”, que vem acompanhada do canto dos índios parecis do Mato Grosso, recolhido por Villa-Lobos, ou “Viola Quebrada”, de Mário de Andrade, que traz sutis citações de Beatles e Led Zeppelin.  Além disso, o Roque Malasartes  ainda tem composições próprias e empresta sua criatividade a novos arranjos para músicas de compositores da MPB, como Ruy Maurity, João do Valle e Luiz Gonzaga, entre outros.

Para quem quiser conferir essa deliciosa mistura, o Teatro Niño de Artes Luiz Mendonça fica na Praça João Pessoa, 2 (esquina das ruas Mem de Sá e Gomes Freire).  O show começa às 22h30 e os ingressos custam R$ 15.