domingo, 3 de abril de 2011

Rio de Janeiro: Documentos da ditadura são expostos no Arquivo Nacional


Envolvido em recente polêmica sobre a dificuldade de acesso a dados do período da ditadura militar, o Arquivo Nacional inaugura nesta segunda-feira, no Rio, a exposição "Registros de uma Guerra Surda", com 220 documentos da época. Entre os principais destaques da mostra estão os originais do Ato Institucional nº 5 e da ata da reunião do conselho de ministros que discutiu sua edição. Ambos serão expostos pela primeira vez. A exposição traz também pareceres da censura contra composições de artistas.

“Registros de uma Guerra Surda” é fruto do projeto "Memórias Reveladas", patrocinado por estatais como o Banco do Brasil, que reuniu um acervo de 16,8 milhões de páginas de arquivos estaduais e federais. No fim do ano passado, o historiador Carlos Fico deixou a comissão de altos estudos do projeto por causa das dificuldades para acessar documentos que poderiam ferir a intimidade das pessoas por eles retratadas. 

O Arquivo Nacional fica na Praça da República, 173 – Centro, Rio de Janeiro, RJ. A exposição fica aberta ao público até o dia 26 de agosto, das 8h30 às 18h. Mais informações pelo telefone (21) 2179-1273. A entrada é franca.

* Com informações da Folha de S. Paulo.

Nenhum comentário: