sábado, 27 de março de 2010

Adryana BB e João Lyra fazem show no Rio de Janeiro

O violinista e compositor João Lyra e a cantora e compositora pernambucana Adryana BB se encontram neste sábado, 27, em show no Drink Café, no Humaitá. No repertório da noite, canções do CD “Do Barro ao Ouro”, de Adryana, recém-lançado pela gravadora Sala de Som Records.

A cantora e compositora pernambucana Adryana BB iniciou a carreira musical em festivais de música em Recife, onde dividiu o palco com artistas regionais, como Chico César, Geraldo Azevedo, Lia de Itamaracá e Quinteto Violado.

Mudou-se para o Rio de Janeiro em 1998, participando do primeiro Rio Maracatu, com o qual abriu shows de Manu Chao, Lenine, Pedro Luiz e A Parede e Alceu Valença, entre outros. A cantora também participou, junto com o Rio Maracatu, das gravações de CDs de Zé Ramalho. Além disso, apresentou-se no reveillon da praia de Copacabana e em shows no Teatro do Leblon, Sala Funarte, Casa de Cultura Laura Alvim, Teatro Gláucio Gil, The Ballroom, Fundição Progresso, Rio Scenarium, Sambódromo e Sala Baden Powell.

“Do Barro ao ouro” é o primeiro CD ao vivo de Adryana BB, que já gravou outros dois. No repertório do disco, estão presentes músicas da própria Adryana, e de compositores como Geraldo Azevedo, Daniel Gonzaga e Paulo César Pinheiro.

O cd mistura ritmos como o maracatu, o xote, a ciranda, e o côco. O resultado final é um trabalho de muita qualidade, como aqueles CDs impossíveis de ouvir apenas uma vez. É um som diferente do que costumamos ver aqui no Sudeste. E é bom que seja assim, que a cultura do Nordeste esteja chegando até nós. O batuque contagiante e a voz expressiva de Adryana dão ao cd um toque bem particular. Percebe-se que é um trabalho elaborado com muita dedicação e amor, pois cada detalhe se encaixa e encanta a quem ouve. Nos show de Adryana, não dá pra ficar parado. E ter esse show em casa, é um privilégio. A idéia de gravar esse cd ao vivo foi um belo acerto, pois conservou a energia que Adryana transmite no palco, em cada nota que canta.

João Lyra, violonista e compositor alagoano, teve como primeira referência musical sua mãe, que tocava cavaquinho, mas acabou optando pelo violão por influência do seu irmão mais velho. Participou de vários grupos de MPB em Maceió antes de mudar-se para Recife para estudar música na Universidade Federal de Pernambuco. Em paralelo, estudou violão clássico com José Carrion.

Foi professor do Conservatório Pernambucano de Música durante nove anos. Fez parte da Orquestra de Cordas Dedilhadas de Pernambuco como músico, arranjador e compositor. Ainda em Recife, integrou a Camerata Carioca a convite de Mauricio Carrilho, ao lado de Henrique Cazes, Paulo Sérgio Santos e Beto Cazes em apresentações no Rio de Janeiro e nos EUA.

Viajou para o Japão com Elizete Cardoso, Zimbo Trio e Choro Carioca. Gravou um disco ao vivo nos EUA com Joel Nascimento e Sexteto Brasileiro. Em 1993, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde fez parte da banda de Nana Caymmi, e tem gravado discos de artistas como Gilberto Gil, Elba Ramalho, Alceu Valença, Maria Bethânia, MPB-4, Ney Matogrosso, Milton Nascimento, Dominguinhos, entre outros. Atualmente tem um duo instrumental com o pianista Cristóvão Bastos.

SERVIÇO:
Adryana BB e João Lyra - Show Do Barro ao Ouro
27 de março - sábado - 21h
Drink Café
Rua General Dionísio, 11 - Humaitá
Reservas: (21) 2527-2697

Nenhum comentário: